CENTRAL DE VENDAS 0800 760 0305

Diesel mais barato não deve se manter por muito tempo; veja o impacto da redução da Petrobras nas bombas

Petrobras (PETR3PETR4) anunciou que, a partir desta quinta-feira (23), o preço médio de venda do diesel A para as distribuidoras passará de R$ 4,02 para R$ 3,84 por litro. Trata-se de uma redução de R$ 0,18 por litro, ou 4,47%.

Segundo os cálculos dos analistas da Terra Investimentos, na bomba de combustíveis, essa revisão do preço terá um impacto de -2,7% para os motoristas.

Por outro lado, a redução não deve interferir muito no rumo da inflação. “Em função do pequeno peso do diesel na cesta do IPCA [Índice de Preços ao Consumidor Amplo], o impacto de primeira ordem sobre a inflação é diminuto, de -1 pb [0,01 ponto percentual], quase todo incidente em abril”, afirmam em relatório.

Segundo a estatal, a redução tem como objetivos principais a manutenção da competitividade dos preços da Petrobras frente às principais alternativas de suprimento dos clientes e a participação de mercado necessária para a otimização dos ativos de refino.

De fato, até ontem, o diesel vendido no Brasil estava 3% acima dos preços internacionais, representando R$ 0,10 a mais, segundo dados da Associação Brasileira dos Importadores de Combustíveis (Abicom). O problema é que o mercado de petróleo está instável.

Hoje, o levantamento da Abicom já mostra que o litro do diesel no país está 4% abaixo do mercado – equivalente a R$ 0,16.

“A Petrobras continua a enfrentar uma dinâmica de mercado mais complexa, com forte volatilidade dos preços do petróleo e potenciais mudanças na gestão. As atenções se voltam às potenciais alterações à política de preços, política de dividendos e Capex [despesas de capitais]”, afirma Rafael Passos, analista da Ajax Capital.

Em entrevista para o Valor Econômico, Sérgio Araújo, presidente da Abicom, apontou que a associação não descarta um novo reajuste no preço do combustível.

“É possível que na próxima semana, a Petrobras produza anúncio de um novo reajuste, desta vez para aumento, não para redução”, disse.

Essa já é a terceira redução do diesel desde que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva tomou posse. O primeiro anúncio foi no dia 7 de fevereiro, quando o litro do combustível estava custando R$ 4,50.

Fonte: Money Times*

*Extraído de Minaspetro

Deixe um comentário